Esta Noite 20:00 - 21:30Assaltaram o Banco (França)

Cinema finlandês

Cinema finlandês

O cinema finlandês começou quase ao mesmo tempo em que outros países europeus. Um ano depois, após a primeira exibição na França, o povo finlandês começou a desfrutar deste invento de tirar o fôlego para fazer ainda outros filmes, um invento que entrou no país com a ajuda do empreendedor K.E. Ståhlberg.

K.E. Ståhlberg fundou a primeira empresa de produção finlandesa e em 1907 lançou o primeiro filme "feito na Finlândia”: Moonshiners. Mais tarde, o foco da empresa se tornou a produção de documentários. Uma década depois, a primeira empresa de produção importante foi criada: Lyyra Filmi, que construiu um estúdio de cinema impressionante em Helsinki.

Teuvo Puro

Teuvo Puro

Os primeiros vinte anos do século 20 testemunharam os passos do cinema em diferentes países europeus, e na Finlândia não foi exceção. Graças ao grande espírito de Erkki Karu, Suomi Filmi apareceu em cena para começar a produzir filmes com regularidade e se tornou peça chave no desenvolvimento da indústria.

Como em outros países, os primeiros filmes tratavam com temas comuns, como dramas, alegrias e obstáculos nas cidades esquecidas do interior. No entanto, no fim dos anos 20, o cinema finlandês se aventurou em novos gêneros, como terror, com Magias do Mal (1927), de Teuvo Puro.

As próximas duas décadas foram uma era dourada para o cinema finlandês. As duas empresas de produção líder disputavam pelo melhor ator, fato que contribuiu para a produção do extraordinário número de 20 filmes por ano. As duas empresas eram Suomi Filmi e Suomen Filmiteollisuus, também fundada por Erkki Karu, que havia sido expulso da Suomi Filmi.

A luta pelo sucesso entre as duas empresas catapultou o diretor da Suomi Filmi, Valentin Vaala, um gênio em filmes românticos que filmou uma série de filmes rurais chamada, Mulheres do Campo. Por outro lado, Tovio Särkkä, que trabalhou na empresa rival, acabou se tornando o mais prolífico diretor e produtor da Finlândia. O Bad Boy do Regimento (1938) foi o mais popular dentre seus 200 filmes.

               

Erkki Karu

Erkki Karu

Aki Kaurismäki

Aki Kaurismäki

Apesar de décadas de falta de criatividade e filmes de realismo social, o cinema finlandês experimenta um renascimento desde os anos 80 com uma nova geração de cineastas, como Aki y Mika Kaurismäki.

 

Voltar ao Eurocinema

 

Inscreva-se para receber o Boletim Informativo do Eurochannel!

Não perca as nossas últimas programações, sorteios e eventos exclusivos!